top of page

Mineirês



Chegamos no Hotel Palace de Poços de Caldas já quase no final da tarde, momento que começa a ficar bem frio mas com temperatura de 20 graus.


Depois de passar trinta minutos para fazer check-in, ganhamos o quarto. Uma suíte luxo com vista pro Cristo e com pé direto muito alto.


A sensação térmica era de uns 15 graus. Resolvo então pedir mais edredons. Na mesinha de cabeceira um telefone preto antigo de discar.


Pego o fone e me jogo na cama e o pesado telefone nem se mexe do lugar, descubro por que ele está lá até hoje.


- Boa tarde! É o Gabriel da recepção. Como posso ajudar?


- Boa tarde! Aqui é a Keli do 317, gostaria de pedir mais edredons.


- Ah, isso é "facim" pra mim! Quantos gostaria?


- Olha, não estou familiarizada com a temperatura a noite aqui!


- Bem, durante o dia você pode achar que está abraçada com o capetinha. Já de noite pode evoluir para uma hipotermia seguido de um congelamento com muita calma!


- Virgem, melhor mandar dois então!


- Perfeito, em até quarenta e oito horas chega. Ok?


- Ótimo, melhor mandar junto os paramédicos. Não se preocupe estarei bem calma!


Além de ser um lugar que amo revisitar o povo mineiro é acolhedor, simpático e gozador. A gente se sente no meio de um abraço quando conversamos com qualquer um e em qualquer lugar.


A cidade está linda, todos os equipamentos públicos funcionando muito bem, vários cafés de qualidade espalhados, lojas, bares e restaurantes novos e antigos dando super bem conta dos turistas que procuram essa instância de termas como destino nos finais de semana.


Vale a pena conferir esse abraço.


Ps. O cheiro de pão de queijo nos corredores do hotel o dia todo faz você quer comer mesmo sem vontade.


Keli Lambert

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page